Sobre o Curso

A profissão de Biólogo foi regulamentada no Brasil pela Lei nº 6.684 de 03/09/1979. Desde então, o Dia Nacional do Biólogo é comemorado em 03 de Setembro. As áreas de atuação dentro da profissão têm sido ampliadas em ritmo constante, estando, entre elas, a preservação ambiental, o turismo ecológico, as análises clínicas, a biotecnologia, o ensino e a educação ambiental. Veja a descrição detalhada das áreas de atuação do Biólogo na página do Conselho Federal de Biologia (CFBio). O piso da categoria é estabelecido em oito salários mínimos.

O Curso de Ciências Biológicas da UFSC proporciona uma formação bastante ampla. Os alunos têm contato com diversas áreas biológicas, tais como Biologia Celular, Embriologia, Genética, Bioquímica, Botânica, Fisiologia, Parasitologia, Morfologia, Ecologia, Zoologia, Microbiologia, Imunologia e Farmacologia. O estudante pode optar tanto pelo Bacharelado, como por obter a Licenciatura para atuar como professor no ensino fundamental e no ensino médio. Em 2006-1, foi implantado o novo currículo da Licenciatura no turno diurno e em 2010 teve inicio a Licenciatura no turno noturno. Atualmente, o curso diurno tem currículo comum do primeiro ao quarto semestre. A partir do quinto semestre o aluno escolhe cursar o Bacharelado ou a Licenciatura. No curso noturno é oferecida a formação em Licenciatura.

O aluno se forma Bacharel em Ciências Biológicas após nove semestres, e está qualificado para trabalhar com prestação de serviços, executar projetos e realizar pesquisas científicas em vários setores da Biologia, como preservação, saneamento, melhoria e conservação da qualidade ambiental, Biotecnologia, etc. O Centro de Ciências Biológicas (CCB) possui um grande número de laboratórios que realizam pesquisa de ponta e que oferecem ótimas possibilidades de realização de estágios de Iniciação Científica que em muito contribuem para a formação do Bacharel em Ciências Biológicas.

Depois de formado o Biólogo pode orientar, dirigir, assessorar e prestar consultoria a empresas ou realizar perícias e emitir laudos e pareceres técnicos. O CCB possui uma empresa-júnior (Simbiosis) dirigida pelos próprios alunos que já executa algumas destas atribuições. Durante o curso, os alunos realizam estágios curriculares, onde o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) espelha a dedicação do aluno e a qualidade do curso.

Ao receber o grau de Licenciando em Ciências Biológicas, (10 semestres no diurno e 11 semestres no turno noturno), o egresso está, então, apto a ser professor e atuar em escolas de Ensino Fundamental e Médio. O aluno que cursar a Licenciatura terá em torno de 1000 horas/aula de formação em disciplinas pedagógicas, alem de práticas pedagógicas como componente curricular (PPCC) ao longo de todo o curso. Além das disciplinas pedagógicas, o aluno que optar pela Licenciatura, também fará o seu TCC e cursará a maioria das disciplinas em comum com o Bacharelado. Desta forma, o Licenciado pode exercer todas as funções do Bacharel, além da habilitação para o ensino formal (Fundamental e Médio). O Bacharel também é um Educador e pode atuar no ensino não formal, como na educação ambiental, por exemplo.

O Centro de Ciências Biológicas dispõe de uma boa infraestrutura com forte perfil de atuação em pesquisa, proporcionando aos alunos de graduação a oportunidade de se engajar em projetos de diversas linhas de pesquisa. Algumas destas áreas incluem estudo da biodiversidade e sua conservação, zoologia, botânica, genética, toxicologia animal e ambiental, ação biológica de plantas medicinais/produtos naturais, virologia, parasitologia, genética do comportamento, mecanismos neurobiológicos do estresse, ansiedade, depressão, abuso de drogas, comportamento alimentar, dor, inflamação e envelhecimento.

O formando do Curso de Graduação em Ciências Biológicas da USFC finaliza o curso com uma sólida formação acadêmica e um perfil acadêmico generalista. O precoce engajamento em estágios curriculares garante uma sólida formação científica, sendo um diferencial do curso. Com ampla possibilidade de estágios, o aluno tem oportunidade de escolher entre as várias áreas de atuação. Uma solida base pedagógica, além de estágios específicos na área de educação contribuem também para a boa formação dos licenciandos em Biologia.